4 de 13

Fases da Excitação

Veja as fases da excitação

Até um tempo relativamente recente, nós sabíamos muito pouco a respeito das respostas fisiológicas sexuais. Masters e Johnsons foram os primeiros a estudar as mudanças fisiológicas durante a estimulação sexual durante a década de 50 e 60.

Sua pesquisa tornou possível uma descrição mais específica dos processos típicos durante o coito. Subsequentemente a estes achados, Kaplan (5) especificou outro estágio anterior ao excitamento referido como "fase do desejo", que descreve o interesse e prontidão sexual de uma pessoa.

A fase do desejo ocorre depois que um indivíduo vê uma pessoa atraente ou em reação a uma insinuação que a faz pensar em sexo. As fantasias sexuais podem ocorrer na ausência de qualquer insinuação sexual.


William Masters e Virginia Jonhson, os pioneiros da
pesquisa sexual.
Masters e Johnson desenvolveram métodos e equipamentos e usaram medidas fisiológicas para monitorar voluntários adultos envolvidos na atividade sexual (6). Sua técnica incluía medições simples de partes anatômicas durante diferentes fases da estimulação, eletrodos intrauterinos para medir contrações uterinas, registro eletrocardiográfico para monitorar a taxa e nível das contrações cardíacas, assim como equipamento para medir a respiração e pressão sanguínea. Dados foram coletados durante a masturbação, assim como durante o coito artifical e natural. As propriedades ópticas de pênis de plástico utilizados para o coito artifical permitiram a observação e registro de respostas fisiológicas intravaginais.



4 de 13

Voltar para a primeira página deste artigo


Autor: Dra. Silvia Helena Cardoso, PhD, Psicobióloga.

Realização: Núcleo de Infomática Biomédica

Copyright 1997 Universidade Estadual de Campinas